« Voltar

59 respostas a Tribuna Livre – Março/19

  1. Cidadão, pai e marido que acorda cedo e trabalha. disse:

    Esse vídeo foi produzido por um grupo de jovens italianos à época da “crise” dos bancos em 2008. O vídeo foi derrubado várias vezes e inclusive alguns dos jovens foram presos na época sob as mais bizarras acusações já bem conhecida pelos camaradas.
    Mesmo quem não tem intimidade com o idioma italiano deve dar uma espiada:

    “O inimigo oculto”
    https://www.youtube.com/watch?v=qOkX7tvvObc

    Abraços

    • Rex disse:

      Eu já havia lido um comentário aqui no inacreditável dias atrás, em outra tribuna livre, sobre o controle judeu na indústria do entretenimento norte americano, na verdade era um resumo de uma matéria de um outro site, na qual no próprio comentário tinha o endereço que dava acesso a essa matéria completa. Ao lê-lo, confesso que fiquei chocado, pois eu já tinha lido e assistido algo a respeito e já estava consciente da situação, mas ao me aprofundar cada vez mais no assunto, fico mais e mais horrorizado. Como foi permitido a essas pessoas assumirem posições de poder e influência, não só na cultura norte americano, mas na política também. Achei bem interessante e esclarecedor esse vídeo produzido por esses jovens italianos, conseguiram abordar a conspiração judaica como um todo, pelos menos nos tempos modernos, e sintetiza-lo em apenas 14 minutos.

      Venho acompanhando o inacreditável já há bastante tempo, e as matérias divulgadas aqui neste espaço virtual vem despertando mais e mais pessoas para com essa ameaça sionista, tirando-as da alienação imposta pela mídia tradicional e por anos de lavagem cerebral. Aproveitando a oportunidade, gostaria de deixar registrado aqui que não acredito no holocausto judeu, todas as evidências apontam que foi um grande embuste, e com essa mentira, tiveram o “forte pretexto” para conseguirem criar um estado terrorista chamado Israel, fora o “mercado milionário” de contos de horror nos tempos de guerra. O que acredito é que existe uma agenda sendo colocada em execução por essa gente, a fim de impor um controle global sobre o resto da humanidade, através da destruição dos estados nações como nós a conhecemos, enfraquecendo suas fronteiras, minando toda sua herança étnica e cultural, subvertendo valores, e claro, por meio da escravização financeira através da cunhagem ilegal do dinheiro criado pelos bancos centrais, em especial o FED, e dos juros abusivos das “impagáveis” dívidas externas.

      Um grande abraço a todos!

    • rafael milani disse:

      Parabéns pelo vídeo!

  2. tuisto disse:

    – Advogado talmudista Alan Dershowitz, notório defensor da legalização da tortura(http://blogs.reuters.com/great-debate/2011/09/07/the-case-for-torture-warrants/) e figura asquerosa em todos os aspectos possíveis e imagináveis, deseja impedir publicidade sobre documentos relativos a processo de seu cliente e amigo, o mega rufião pedófilo Jeffrey Epstein:

    A court hearing on whether to unseal sensitive documents involving the alleged sex trafficking of underage girls by Palm Beach multimillionaire Jeffrey Epstein — and the possible involvement of his influential friends — will play out in a New York City courtroom next week.

    But it may happen behind closed doors, with the news media and public barred — at least in part.

    An attorney for lawyer Alan Dershowitz wrote a letter to the U.S. District Court of Appeals for the Second Circuit on Tuesday, asking whether the media should be excluded from the proceeding because his oral arguments on behalf of his client could contain sensitive information that has been under seal.

    Dershowitz, a professor emeritus at Harvard, constitutional law expert and criminal defense attorney, represented Epstein, who in 2008 received what many consider an unusually light sentence for sexually abusing dozens of girls at his Palm Beach mansion. Two women — one of whom was underage — have said Epstein and his partner, British socialite and environmentalist Ghislaine Maxwell, directed them to have sex with Dershowitz, 80, and other wealthy, powerful men.”https://www.miamiherald.com/news/state/florida/article226922729.html .

    Conforme já comentamos aqui outras vezes, Epstein, que operava um esquema de prostituição infantil para a elite talmúdico-plutocrática global e cujas amizades/clientela incluia Bill Clinton, Jewnald Trump, o príncipe Andrew, e outros, conseguiu um baita acordo com a promotoria chefiada por Alex Acosta, posteriormente nomeado Secretário do Trabalho na administração Trump, ficando praticamente impune por seus crimes monstruosos. O jornal Miami Herald vem investigando o caso e solicitou judicialmente acesso a documentos acostados em processos envolvendo Epstein e seu séquito.

    – Mais um bom motivo para não se consumir álcool, traços de glifosato, o herbicida criado pela Monsanto nos anos 70 e maciçamente utilizado ao redor do mundo, são encontrados em vários vinhos e cervejas: https://www.zerohedge.com/news/2019-02-27/monsantos-roundup-weed-killer-found-top-beer-and-wind-brands .

    O fato de até mesmo marcas orgânicas de vinhos e cervejas apresentarem traços do herbicida, cujo uso teoricamente é vedado em sua produção, indica a total contaminação do solo e água…

    Lembrando que a Monsanto tem longa história de envolvimento com o envenenamento generalizado da humanidade, não só através de seus agrotóxicos e sementes mutantes, mas também com outros produtos nefastos, como o Agente Laranja amplamente utilizado na Guerra do Vietnã.

    Apesar de ter sido adquirido recentemente pela Bayer, esse conglomerado químico-criminoso foi fundado pela família de judeus sefárdicos de mesmo nome, anteriormente envolvida no tráfico de escravoshttps://jameswilarupton.wordpress.com/2016/09/25/monsantos-jewish-supremacist-history/ .

    – Palestra recente de Pedro Varela, confiram: https://www.youtube.com/watch?v=d4YJZu7R3wg .

  3. Kovalsk disse:

    Visão do inferno.. Perspectivas da Educação no Brasil:

    https://m.youtube.com/watch?v=W45loTix3ck

  4. Rex disse:

    Fabled Enemies – https://www.youtube.com/watch?v=K5CleTSDkq8

    Excelente documentário produzido por Alex Jones mostrando de forma sistemática, a conexão de Israel com os atentados do 11 de setembro de 2001. Já faz um bom tempo que este foi produzido, porém, tão atual como nunca.

    Infelizmente, ainda não tem legenda em português, somente em alemão. Se alguém aqui do Inacreditável puder disponibiliza-lo em português, poderemos munir com mais conhecimento os leitores que acompanham este site.

  5. Cidadão, pai e marido que acorda cedo e trabalha. disse:

    Nesse carnaval, vamos beijar muito?
    Esse é o lema propagado aos 4 ventos pela mídia entre reportagens e entrevistas diárias, mas será que isso além de um comportamento moralmente condenável não é também um comportamento suicida?

    “Um artigo da BBC noticiou um estudo feito por médicos australianos cujos resultados são alarmantes: os jovens que beijam múltiplos parceiros formam o maior grupo de risco de contrair meningite meningocócica. O professor Robert Booy, que liderou o estudo, disse: “Todos nós carregamos bactérias na garganta, e alguns de nós vão portar a bactéria meningocócica. Ela não vive muito bem fora do corpo, mas pode ser passada por saliva, de uma pessoa para outra, então ela é transmitida muito facilmente”. Ele observou que os jovens tendem a pensar que estão imunes a tudo, que viverão para sempre. E alertou que esse risco deve ser levado ao conhecimento do maior número de pessoas, pois esse comportamento pode matá-las, já que a meningite pode matar em poucos dias.

    Essas são apenas algumas doenças transmissíveis via saliva. O conselho do professor Booy serve para todos os casos. A melhor forma de reduzir drasticamente a chance de contrair essas doenças pela saliva – doenças, essas, que podem ter consequências bem graves – é, obviamente, beijar o menor número de pessoas possível.

    É claro que os sionistas através da mídia e escolas não irão expor esses riscos, uma vez que o beijo além de ser a porta de entrada para diversas doenças perigosas é principalmente a porta de entrada para diversos comportamentos bestiais, promíscuos e insalubres.
    Mas a mídia diz: Nesse Carnaval use camisinha!! E os trouxas acham que está tudo bem, basta usar camisinha.

    O preservativo é apenas um meio 90% eficaz em se evitar a gravidez além de tantas outras doenças, mas será que as massas devem usar preservativo ou devem parar de se comportarem como selvagens? Um famoso dramaturgo brasileiro disse certa vez que “se as pessoas soubessem o que as outras fazem entre 4 paredes, elas sequer se cumprimentariam dando as mãos.” Será que ele estava errado? Claro que não.

    Por que fala-se tanto em preservativos diariamente nos meios de comunicação? Será que é preocupação com o bem estar das pessoas? Claro que não. Fala-se em preservativo pois é a maneira sutil que os Globalistas encontraram para dizer: “Façam sexo à vontade e de todas as formas possíveis, não se preocupem existe o preservativo!”
    E assim começa SODOMA e Gomorra, o preservativo é usado para o ato sexual propriamente dito, mas poucos conseguem raciocinar que o ato sexual é composto de outros contatos e trocas de fluidos corporais como o suor e a saliva.

    Um simples contato com o suor de alguém que esteja contaminado com alguma nojice qualquer e você já se f.deu!

    Mas a mídia espertamente só fala de camisinha, pois caso contrário todo castelo de cartas iria ruir se as pessoas fossem conservadoras em seus comportamentos, todo esquema deles iria por água baixo.

    Essa semana faleceu o garotinho neto do ex presidente, vitima de meningite e a mídia se calou sobre os perigos de um simples beijo, isso em plena época de carnaval!! São ou não são uns demônios?

    Fica a dica…

    • Cidadão, pai e marido que acorda cedo e trabalha. disse:

      Só complementando….

      “Hepatite B é transmissível via suor

      Os cientistas turcos da Univercidade Celar Bayar realizaram um estudo com 70 lutadores olímpicos para constatar que o vírus da hepatite B é transmissível via suor.

      De acordo com a pesquisa, publicada no British Journal of Sports Medicine, em esportes de alto contato físico, como lutas, o risco de pegar a doença pelo suor é muito grande.

      Os pesquisadores descobriram que, em determinados casos, a contagem viral da hepatite B no suor é a mesma do sangue. O vírus da hepatite B provoca uma infecção séria e crônica no fígado em 5% dos adultos infectados . A infecção pode durar por toda a vida e provocar problemas graves no fígado, como cirrose ou câncer, resultando a morte de muitos pacientes.

      Os meios mais comuns de transmissão da doença, que afeta o fígado e pode matar, são as relações sexuais sem proteção e o contato com sangue contaminado.

      Dos 70 esportistas estudados, nove tinham o vírus da hepatite B. Destes, oito POSSUÍAM O VÍRUS NO SUOR”.

  6. Rex disse:

    Renato,

    De uma certa forma, nunca acreditei 100% em Alex Jones, aliás, nunca acreditei 100% em ninguém, isso inclui: grupos de qualquer corrente ideológica, governos, jornalistas, políticos ditadores, etc. Temos que admitir que ele produziu excelentes documentários nos últimos anos, previu o 11 de setembro antes desse acontecer, denunciou crimes e fraudes que o seu próprio governo cometeu e de nações estrangeiras também, inclusive Israel.

    Para mim, ele caiu em total descrédito de 2015 pra cá, devido a histeria que se instalou nas eleições norte americana com sua veneração a Donald Trump. Deis do dia que Trump assumiu a presidência, Alex Jones vem silenciando não só seus erros, mas crimes e conspiração para com o governo dos EUA e de outros governo também.

    Lendo por cima o dossiê, pareceu-me bastante duvidoso, mas irei lê-lo com mais calma assim que tiver mais tempo.

  7. Mykel Gomes disse:

    Guillaume Faye 1949-2019 – Ex-príncipe herdeiro da Nova Direita Francesa

    Editorial Arktos

    É com grande tristeza que soubemos do falecimento esta noite (7 de março) de Guillaume Faye. Embora homens de seu calibre e coragem nunca podem viver tempo suficiente, seu nome não irá desaparecer com seu portador: Faye será lembrado por muito tempo na qualidade, visão, amplitude e vivacidade de suas palavras. Seu trabalho tem educado alguns dos melhores dos jovens de hoje, que podem vir a viver as catástrofes que ele anteviu e tentou nos alertar contra.”

    https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/03/guillaume-faye-1949-2019-ex-principe.html

    • tuisto disse:

      “Príncipe” só se for da desonestidade…

      Jürgen Graf já desmascarou esse shabbos goy charlatão anos atrás: https://dagobertobellucci.wordpress.com/2012/03/30/la-nuova-questione-ebraica-o-la-fine-di-guillaume-faye-di-jurgen-graf/ .

      Já vai tarde…

    • Mykel Gomes disse:

      “First of all, I must say that I admire the fact that Faye has spoken and written extensively against the immigration invasion; on that he and I can agree. But after many conversations with him, I can attest that he is very aware of the preeminent role of organized Jewry in the destruction of European mankind. Thereofore, in writing a book that essentially says that we should now give aid and support to Jewish extremists, he has crossed the line. He has told me repeatedly of the suffering he has endured from the Jewish supremacists for defending Europe. Perhaps he believes now that he can somehow avoid their enmity by joining with them in condemnation of those of us who speak the the truth about the Jewish question. I find that despicable. Such indecent collaboration with the enemy not only hurts our cause, it will not find him any real redemption in the Jewish-extremist press–a press that relentlessly defends immigration and supports the death of European mankind.” (David Duke).

      “In the spring of 2005 I learned that the editors of the neo-pagan-oriented Russian journal, Atenei, had invited Guillaume Faye, one of the French nationalist right’s chief thinkers, to Russia in order to participate in discussions about future collaboration along the lines of a pan-European Euronationalist movement [“mouvement identitaire pan-européen”]. I was delighted at the news. Up to that time I had read two books by Faye, published by L’Aencre: Archaeofuturism, 1998, and The Colonization of Europe, 2000, together amounting to a masterly study of the alien invasion’s catastrophic consequences. Reading these works convinced me the author was a valuable political analyst and talented writer. So I was very much looking forward to meeting him.” (Jurgen Graf)

      É mais um que quebrou durante o caminho, e Graf e Faye, como diz Duke, são amigos deste, porém Faye se rendeu ao inimigo mesmo.

      https://davidduke.com/3182/

  8. Rui disse:

    08 de março: mais uma data inventada pela máfia sionista
    “Women’s Day” – Why do we Celebrate Soviet Holidays?
    https://www.henrymakow.com/why_we_celebrate_communist_fes.html

  9. Cobalto disse:

    Livros em alemão à venda:
    https://www.hohenrain.de/

    • Cobalto disse:

      Canal tem aquelas imagens do “antes e depois” da Alemanha:
      https://www.youtube.com/user/ruiterproductions/videos

    • Cobalto disse:

      Uma multidão de manifestantes do Coletes Amarelos invadiu e destruiu uma loja maçônica na aldeia francesa de Tarbes. O saque foi condenado pelo governo francês, que acusou os manifestantes de “estupidez” e “intolerância”.
      https://www.rt.com/news/453477-yellow-vests-masonic-lodge/ … pode ter sido causado por maçons infiltrados no movimento dos Coletes.

      A conscientização dos franceses sobre a Maçonaria é maior que aqui:
      https://www.youtube.com/watch?v=T5iCWanNqdk

      Lembrando as garotas ativistas do Le Brigandes:
      https://www.youtube.com/watch?v=TUKqywtkG5U … essas moças conhecem mais sobre geopolítica que a maioria dos políticos brasileiros.

      https://www.youtube.com/results?search_query=Les+Brigandes

    • Cobalto disse:

      Sobre o suposto massacre na Nova Zelândia diz o VT:

      Nós sabemos disso, estamos lidando com um assassino profissional, experiente, um sociopata e uma “pessoa falsa” sem mídia social, sem vizinhos, sem colegas de trabalho, sem amigos de escola, sem registros de obter armas, um carro fora de ar rarefeito, um segundo atirador que se dissolveu e alguns problemas muito sérios de continuidade em seu vídeo com algumas vítimas “pré-mortas” pelo Coelhinho da Páscoa?

      Temos um jovem solteiro, de 28 anos, um “preparador físico” com toneladas de dinheiro herdado, que viaja pelo mundo, fotografa tudo, é amado por todos e, misteriosamente, passa por um tumulto pessoal.

      O que realmente temos é um assassino treinado, de 42 anos, de uma família judia, que treinou contra os palestinos e serviu no sul da Síria e em Idlib com a Al Qaeda, entrando e saindo da Turquia.
      (…)
      O que não é dito é que suas visitas turcas coincidiram com seus 6 meses em Israel a partir de 2018 e o envolveram da província de Idlib, onde ele estava sendo “sangrado” por grupos apoiados por Israel da al Qaeda / al Nusra.
      (…)
      Tarrant está em uma lista de observação desde 2012 como um assassino treinado em Israel representando uma ameaça ao presidente Assad.
      (…)
      Então, onde estamos? Temos um segundo atirador e armas lá, um vídeo estranho com vítimas “pré-mortas”. Nós silenciamos testemunhas e proibimos vídeos.

      Temos dinheiro do céu, treinamento em Israel, tempo gasto na Síria e dentro e fora da Turquia, temos um assassino treinado fingindo ser um turista mundial sem fotos, sem vídeo, sem mídia social, sem amigos, sem colegas de escola, Nenhum vizinho e um fundo britânico / escocês alcançado quando sua família judaica imigrou para o Reino Unido da Palestina / Israel em 1948.
      https://www.veteranstoday.com/2019/03/17/new-zealand-the-unraveling-of-a-israeli-mass-murder/ … sempre eles, sempre os mesmos, sempre obedientes ao lema do Mossad “pela fraude/mentira/engano/trapaça farás a guerra”. E não esquecendo que tudo isso tem as bênçãos da Maçonaria que tem lema “ordo ab chao”, semelhante ao do Mossad. Mera coincidência?!

      Mossad e Maçonaria são sinérgicos.

    • Cobalto disse:

      Surpresaaaa … rs

      um dos suspeitos do tal ataque nas mesquitas da Nova Zelândia fugiu pra Israhell:

      http://northerntruthseeker.blogspot.com/2019/03/christchurch-mosque-shooting-false-flag.html

    • Cobalto disse:

      A Canção dos Alemães – História do Hino Nacional Alemão
      Composição da Melodia do Hino Nacional Alemão por Joseph Haydn 1797
      Texto de Heinrich Hofmann von Fallersleben 1841
      https://www.youtube.com/watch?v=gOOe62t57sA

  10. Mykel Gomes disse:

    ‘Dos 3,000 e-mails liberados pelo servidor de e-mail privado de Hillary Clinton no final de dezembro de 2015, aproximadamente um terço foi de seu confidente próximo Sidney Blumenthal, o assessor de Clinton que ganhou notoriedade quando ele testemunhou contra Monica Lewinsky. Um destes e-mails[9], datado de 2 de abril, diz em parte:
    O governo de Gaddafi detém 143 toneladas de outo, e similar quantidade em prata… Este ouro foi acumulado antes da rebelião atual e foi intencionado ser usado para estabelecer uma moeda pan-africana baseado no dinar dourado da Líbia. Este plano foi designado para fornecer aos países africanos francófonos uma alternativa para o franco francês (CFA).
    Num “comentário da fonte,” o e-mail original não mais secreto adiciona:
    De acordo com os indivíduos conhecedores esta quantidade de ouro e prata é avaliada em mais que US$ 7 bilhões. Oficiais da inteligência francesa descobriram este plano logo após o início da atual rebelião começar, e isto foi um dos fatores que influenciaram a decisão do Presidente Nicolas Sarkozy a comprometer a França a atacar a Líbia. De acordo com esses indivíduos os planos de Sarkozy são conduzidos pelas seguintes questões:
    Um desejo de ganhar maior parcela da produção de petróleo da Líbia,
    Aumentar a influência francesa no norte da África,
    Melhorar sua situação política interna na França,
    Fornecer aos militares franceses uma oportunidade de reafirmar sua posição no mundo,Abordar a preocupação de seus conselheiros sobre os planos de longo prazo de Gaddafi para suplantar a França como poder dominante na África francófona.
    Conspicuamente ausente é qualquer menção de preocupações humanitárias. Os objetivos são dinheiro, poder e petróleo.’

    Expondo a agenda Líbia: uma olhada mais de perto nos e-mails de Hillary – por Ellen Brown
    https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/03/expondo-agenda-libia-uma-olhada-mais-de.html

    • Cidadão, pai e marido que acorda cedo e trabalha. disse:

      Somente dando nomes aos bois:

      “Aumentar a influência francesa (Sionista) no norte da África,

      Fornecer aos militares franceses uma oportunidade de reafirmar sua posição no mundo,Abordar a preocupação de seus conselheiros sobre os planos de longo prazo de Gaddafi para suplantar a França (Os Sionistas) como poder dominante na África francófona.”

    • Mykel Gomes disse:

      Sim

      Quando colocaste “Somente dando nomes aos bois”, se formos nominalmente colocar os nomes dos articulistas principais, temos:

      O judeu Sidney Stone Blumenthal nos EUA impulsionando as ações de Hillary que era Secretária de Estado na época.

      O judeu (parte paterna) Nicolas Sarkozy na Europa instigando intervenções ‘humanitárias’ via OTAN. Sarkozy é descendente de judeus por parte de pais, o que não o colocaria em ‘primeira classe’ nas fileiras judaicas puristas, mas ele instou os judeus da França a defenderem Israel, logo está alinhado totalmente com Israel e com o judaísmo internacional.
      https://www.liberation.fr/evenement/2006/12/04/sarkozy-candidat-naturel-des-electeurs-juifs_59232

      Sarkozy Tells French Jews: I Stand with Israel
      http://www.israelnationalnews.com/News/News.aspx/150090

  11. tuisto disse:

    – Jewnald Trump (presidente donde mesmo?) se gaba de tudo que ele fez por i$rahell e declara que se concorresse nas eleições israelenses teria “98% dos votos”, nós não duvidamos: https://www.jpost.com/American-Politics/Trump-I-would-win-98-percent-of-the-vote-if-I-ran-in-the-Israeli-elections-583047 .

    – Mais uma para a série “monitorando o “gado””, alarme para casas do jewgle possui microfone escondido: https://www.usatoday.com/story/tech/talkingtech/2019/02/20/google-nest-secure-microphone/2925026002/ .

  12. tuisto disse:

    Agentes sionistas massacram 49 pessoas em ataque contra mesquitas na Nova Zelândia, um deles publicou “manifesto” declarando explicitamente suas intenções de provocar conflito civil entre muçulmanos e não muçulmanos, objetivo máximo de i$rahell e organizações sionistas ao redor do mundo:

    ” Brenton Tarrant, que se identificava como suspeito de um dos ataques, deixou um manifesto … O documento de 74 páginas falava em genocídio promovido por brancos e uma lista com vários objetivos, incluindo a criação de “uma atmosfera de medo” contra os muçulmanos. https://g1.globo.com/mundo/noticia/2019/03/14/policia-e-acionada-apos-relatos-de-tiros-em-mesquita-na-nova-zelandia.ghtml .

    É bastante semelhante com os objetivos e modus operandi covarde do agente sionista (e provável homossexual) Anders Behring Breivik que massacrou dezenas de jovens na Noruega há oito anos…

    Já citamos inúmeras vezes por aqui, mas nunca é demais lembrar o aviso das maquinações talmudistas dado por Otto E. Remer 25 anos atrás:

    ”A linha do front não passa entre o mundo islâmico e o Ocidente. O sonho acalentado de Israel, das organizações judaicas, da sua mídia, é convencer a opinião pública no Ocidente que o Islã é um inimigo e uma ameaça para o Ocidente, e que tudo que os judeus querem é proteção preventiva da força de ataque islâmica para defender o Ocidente. O islamismo é uma religião mundial acessível a todos…”https://www.islam-radio.net/remer/portugu.htm .

    Será que o Islã é uma ameaça para o Ocidente? Ou será que é justamente uma ameaça ao materialismo talmudizante que corroeu, destruiu e escravizou o mesmo no último século? Confiram Ahmed Huber comparando a visão de mundo (talmúdico) ocidental com a islâmica, certamente dá o que pensar: https://www.youtube.com/watch?v=n0vB7oidr_U .

    • Cidadão, pai e marido que acorda cedo e trabalha. disse:

      Ainda não tive acesso as 74 páginas desse manifesto, mas é curioso que no “manifesto” desse Brenton Tarrant aparentemente ele não condena o Sionismo.

      Att.

    • tuisto disse:

      O tal “manifesto” é uma piada de mal gosto, o sujeito se autodenomina “ecofascista” e diz que seu modelo ideal de governo é o chinês, responsável pela provável maior degradação ambiental da história…

      É evidente que esse atentado foi mais uma peça na estratégia sionista de provocar conflitos entre muçulmanos e não muçulmanos, conforme já delineamos acima. O outro lado do teatro, o Islã de hollywood (califado dos golens, etc.) já disseminou pela internet as previsíveis ameaças de retaliação, assim vai se enganando a humanidade.

      Gordon Duff e seu Veterans Today possuem credibilidade perto de zero, mas quem sabe há alguma verdade aqui nesse artigo, vamos deixar o link com o aviso de que o autor não é fonte muito confiável: https://www.veteranstoday.com/2019/03/16/intel-drop-shooting-real-shooter-fake-jewish-born-freemason-like-brevik/ .

      Independentemente da falta de credibilidade de Duff, algumas coisas certamente chamam a atenção: a demora da polícia em chegar ao local; o fato desse tal Brenton Tarrant ter passado mais de 40 dias na Turquia, porta de entrada na Síria para os micro-golens terroristas a serviço de i$rahell; a falta de esclarecimento quanto à possível paraticipação de outras pessoas nos ataques.

    • tuisto disse:

      Líder de mesquita na Nova Zelândia afirma publicamente em discurso que as forças terroristas de i$rahell estão por trás do ataque em Christchurch:

      ”Ahmed Bhamji, chairman of the Mt Roskill Masjid E Umar, gave a speech questioning where the gunman got his funding from. He said he suspected it came from “Mossad” and “Zionist business”.

      “I really want to say one thing today. Do you think this guy was alone… I want to ask you – where did he get the funding from?” he can be heard saying in video footage.

      “I stand here and I say I have a very very strong suspicion that there’s some group behind him and I am not afraid to say I feel Mossad is behind this.”

      One person can be heard shouting in support: “It’s the truth. Israel is behind this. That’s right!””https://www.newshub.co.nz/home/new-zealand/2019/03/jews-outraged-after-mosque-leader-blames-mossad-for-christchurch-attack.html .

  13. Aline disse:

    “Será que o Islã é uma ameaça para o Ocidente”.
    Sim, é.
    Só um ignorante para não saber que o islã invadiu a península ibérica por quase mil anos e só foi expulso a muito custo, depois de muitos estupros, escravismo, matança, pedofilia, poligamia, etc.
    Idem para o caso de invasões Otomanas na Albânia, Grécia, Sérvia, Romênia, Chipre, Anatólia, Viena, Hungria e tantos outros territórios no passado e no presente. Aliás, os milhões de islãmicos invasores não sairão por bem de nenhum território mas somente pelo uso da força. Brenton Tarrent será *****

    **** – apologia à VIOLÊNCIA GRATUITA não é tolerada. Leia o Regulamento do Blog. A Redação.

  14. Antinom disse:

    A campanha de desarmamento da população a nível mundial
    Massacre na escola em Suzano acontece quase ao mesmo tempo que na Austrália. Segundo alguns Youtubers, os fatos ocorreram porque os assassinos de Suzano teriam ligações via deep net com o grupo na Austrália e seriam adeptos da “supremacia branca”. Bem, nem é preciso dizer que se trata de mais uma armação para render a população mundial para quando o reinado do Me$$ia$ sionista chegar.
    https://www.youtube.com/watch?v=s0pwIQ0mdwM
    https://youtu.be/MHo6YXS1YOs
    https://www.youtube.com/watch?v=h6dvd3pLHzI
    https://www.youtube.com/watch?v=oE35VV8yRes

  15. Mykel Gomes disse:

    Cristianismo – uma ruptura total ou parcial com o judaísmo? – Parte 1 – Por Mykel Alexander
    https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2018/12/cristianismo-uma-ruptura-total-ou.html

    Cristianismo – uma ruptura total ou parcial com o judaísmo? – Parte 2 – Por Mykel Alexander https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/03/cristianismo-uma-ruptura-total-ou.html

    • Cobalto disse:

      Já lhe expliquei no blog do Fabiano. É nem ruptura total nem parcial, é a extinção do Judaísmo. Só se chega a Deus e a Salvação por Cristo Jesus. Não há outro caminho. Pra bom entendedor, meia palavra basta.

    • Mykel Gomes disse:

      Quem quiser dialogar sobre o CONTEÚDO ESPECÍFICO das duas partes do artigo é só ir nos links e colocar ponto a ponto, com fontes, primárias, secundárias, estudo comparado etc, com fiz nos artigos. Questão de compromisso com a verdade e honestidade.

      Até agora só recebi balbucios lá que não são do CONTEÚDO ESPECÍFICO do artigo. Evasões apenas.

      Sem mais.

    • Cobalto disse:

      Só se chega a Deus e a Salvação por Cristo Jesus. Não há outro caminho. Pra bom entendedor, meia palavra basta pra entender que isso significa a extinção do Judaísmo como religião (re-ligação) oficial (válida) de Deus. Tem “balbucio” nem “evasões” nenhuma aqui.

      Sem mais mesmo.

  16. Cobalto disse:

    Vídeo sobre “quantas vezes os muçulmanos invadiram a Europa contra os europeus invadiram os países muçulmanos”. O que teriam a dizer sobre esse vídeo os srs. Otto E. Remer e Ahmed Huber?
    https://www.youtube.com/watch?v=7LJhc67RbGA

    https://en.wikipedia.org/wiki/Battle_of_Tours

    https://factreal.wordpress.com/2010/02/

    O ramo islâmico mais problemático atualmente é o Wahhabismo. Quem os criou e por quê? Pergunta fácil.

    São um problema por pelos menos 4 aspectos:
    1) são usados como um tipo ponta de lança de Sião há séculos,
    2) não faltam vídeos, ações e sermões provando que são contrários a cultura e costumes europeus cristãos ou não,
    3) tem mais, e muitas, afinidades com Judaísmo que com Cristianismo ou (aos que o defendem) com o Paganismo, e
    4) o Islamismo Antigo foi (também) criado por um grupo de rabinos insatisfeitos com a frouxidão que sua religião se encaminhava e/ou impedir que os povos árabes aderissem ao Cristianismo.

    • tuisto disse:

      É mesmo Cobalto? Você se esquece que antes dos muçulmanos chegarem na Península Ibérica, os visigodos já tinham chegado, antes deles foram os romanos, antes deles foram os semíticos fenícios, etc… Por lá “nativos” só mesmo os bascos, e você sabia Cobalto que os bascos, ao contrário de todos os seus vizinhos, falam um idioma não indo-europeu? Pois é, os povos arianos também chegaram depois à Europa… E por falar nisso, “Europa” também é um nome infeliz né, já que segundo a lenda a mesma era uma princesa do Levante semítico…

      Você se esqueceu também que antes de Tours seu herói Charles Martel estava massacrando outros povos germânicos, tarefa que seus descendentes iriam continuar com gosto, aliás, foi a expansão dos francos no sul França que empurrou os visigodos para a Espanha, conforme começamos acima…

      Poderíamos continuar nesse exercício de futilidade, mas não vale muito a pena, não acha? Apesar da nossa ignorância destacada acima pela Aline, temos um mínimo de noção para saber que a disputa medieval entre Islã e Cristianismo, bem como a expansão Otomana subsequente ao fim da Idade Média são apenas mais outros entre os quase infinitos conflitos humanos no curso da história e que não existe continuidade alguma com o que ocorre atualmente, FRUTO DA PROPAGANDA E MANIPULAÇÃO JUDAICA, aliada às constantes agressões e intervenções do golem judaico EUA e seus aliados mais insignificantes no Oriente Médio. Mas fique a vontade aí para se juntar ao restante dos imbecis e servir de bucha de canhão para o “povo eleito”, usando a justificativa que desejar…

      Aqui Cobalto, não podemos esquecer nunca que o Islã é uma grande ameaça, vamos torcer para o Chuck Norris dar uma surra neles: https://www.youtube.com/watch?v=G6-eFjspopY .

    • Cobalto disse:

      Tuisto, a diferença é que os seus citados (nem sei porque) fenícios, romanos, bascos, visigodos não existem mais , portanto, não são uma ameaça atual, que é o foco do questionamento/tema da Aline, por exemplo.

      Martel não massacrou “povos germânicos”, ele massacrou pagãos que se recusavam a conversão. Fala como se os pagãos não matassem cristãos, além de ser outro assunto fora do tema.

      Nega as invasões otomanas? Veja o vídeo do escritor americano Bill Warner estudioso da questão:
      https://www.youtube.com/watch?v=I_To-cV94Bo

      Aqui estão as fontes das batalhas, refute-as:
      http://cspipublishing.com/statistical/charts/Islam-BattlesDate.pdf

      As raízes judias do Islã:
      https://armadilhafinal.wordpress.com/2017/08/14/a-origem-judaica-do-isla/

      Aqui encontramos mais:
      http://www.lemessieetsonprophete.com/

      Se não me falha a memória, é a Surata 2:191-193 diz pra “matar os infiéis”. Vc não é um “infiel”?

      Islã é sim uma ameaça, goste/creia vc ou não. Em seus 1.300 anos de existência, o Islã não desistiu de invadir/dominar a Europa. Não tenho culpa se a verdade historiográfica lhe afronta.

      Outra curiosidade, e com certa coincidência, é a pedra negra em Meca chamar-se Kaaba, muito próximo de Kaballah (Kaaba Alá?!):
      https://danizudo.blogspot.com/2010/11/simbolismo-culto-saturno.html

      E sobre o nome do continente europeu, sugiro que vá reclamar com Zeus no Olimpo ou com a corna da Hera. Não tenho culpa, nem o Papa.

    • tuisto disse:

      Nega as invasões otomanas?

      Aqui estão as fontes das batalhas, refute-as:

      Eu não neguei, mas como você não lê o que os outros escrevem antes de responder, vou repetir aqui de novo:

      “…a disputa medieval entre Islã e Cristianismo, bem como a expansão Otomana subsequente ao fim da Idade Média são apenas mais outros entre os quase infinitos conflitos humanos no curso da história e que não existe continuidade alguma com o que ocorre atualmente, FRUTO DA PROPAGANDA E MANIPULAÇÃO JUDAICA, aliada às constantes agressões e intervenções do golem judaico EUA e seus aliados mais insignificantes no Oriente Médio.”

      Entendeu Cobalto? Eu não nego a história, apenas tento explicar para alguns elementos mais limitados entre os comentaristas que eles estão sendo TALMUDICAMENTE manipulados. Diga-se de passagem, a civilização cristã medieval está infinitamente mais próxima do mundo islâmico medieval do que da Europa moderna, e não me refiro ao evidente aspecto temporal.

      As raízes judias do Islã

      Sugiro que você leia o texto de Johann von Leers demonstrando exatamente o contrário: https://www.andrewbostom.org/2015/10/judaism-and-islam-as-opposites-a-1942-essay-by-nazi-convert-to-islam-johannes-omar-amin-von-leers-d-1965/ .

      Islã é sim uma ameaça, goste/creia vc ou não.

      De fato, não creio nem um pouco, assim como 80 anos atrás, sem o agitprop talmudista que infecta o nacionalismo infiltrado dos dias de hoje, um certo Adolf Hitler tinha o seguinte a dizer:

      ”Nur beim römischen Weltreich kann man sagen, daß die Kultur ein Faktor war. Auch das Regime der Araber in Spanien war etwas unendlich Vornehmes: die größten Wissenschaftler, Denker, Astronomen, Mathematiker, einer der menschlichsten Zeiträume, eine kolossale Ritterlichkeit zugleich. Als dann später das Christentum dahin kam, da kann man nur sagen: die Barbaren. Die Ritterlichkeit, welche die Kastilier haben, ist in Wirklichkeit arabisches Erbe. Hätte bei Poitiers nicht Karl Martell gesiegt so hätten wir viel eher noch den Mohammedanismus übernommen, diese Lehre der Belohnung des Heldentums: Der Kämpfer allein hat den siebenten Himmel! Die Germanen hätten die Welt damit erobert…http://www.answers.org/apologetics/Adolf-Hitler-Monologe-im-Fuehrerhauptquartier-1941-1944.pdf . (Edição em inglês aqui: https://archive.org/details/HitlerTableTalk )

      Acrescento apenas que discordo com a opinião manifestada sobre o cristianismo, essas notas foram tomadas por Martin Bormann e seus ajudantes e, em suas memórias, Albert Speer menciona explicitamente a tomada das mesmas e como Bormann se desdobrava para anotar qualquer coisa anticristã que Hitler falasse, não duvido que tenham havido distorções nesse sentido.

      Mas a simpatia à uma eventual islamização da Europa parece inegável, que contraste com o nacionalismo talmudicamente subvertido, a serviço de i$rahell, de hoje. Por outro lado, também é bom lembrar que o Califado Omíada na Espanha foi, infelizmente, leniente com os judeus conforme destaca Leers no artigo acima, mas isso é outra questão, só transcrevemos a citação acima para demonstrar o contraste do Nacional Socialismo real com a histeria da ameaça fantasma islâmica, plantada nas mentes de alguns pela propaganda judaica contemporânea, incapazes de compreender as raízes, dinâmicas e feições dos problemas atuais…

      Martel não massacrou “povos germânicos”, ele massacrou pagãos que se recusavam a conversão…

      Ah tá, então tá tudo certo…

    • Cobalto disse:

      Entenda, citei as invasões otomanas como PROVA que o Islã é um problema sim, problema hoje e no passado. Sempre foi. Pesquise, tem material abundante. Não há necessidade de fornecer mais.

      Não relativize as invasões islâmicas medievais, nem restrinja-as a somente esse período. Eles não invadiam pra saquear e logo ir embora. Invadiam pra ficar, islamizar, extinguir a cultura nativa (cristã ou pagã), e nunca mais sair.

      No início, tanto judeus como muçulmanos oravam voltados pra Jerusalém, depois de desafetos violentos por sei lá que motivos (e isso não desmente a origem judaica do Islã [*] que é o tema em questão), Maomé mandou que os muçulmanos se virassem pra Meca. Mas circuncisão, não comer carne de porco e muitas outras regras judaicas da Torah permaneceram no Islã. Regras que o Cristianismo verdadeiro não tem, nunca teve.

      Apesar de terem sido os judeus que facilitaram a entrada moura na Ibéria (depois ambos expulsos pelos Reis Católicos), e que foram eles também que conspiraram pela queda de Bizâncio, por exemplo, ressalto que nem todas as invasões foram encorajadas ou conspiradas pelos judeus. Não há essa necessidade, é só ler o Alcorão. Cito novamente a Surata 2.191:

      “Matai-os onde quer que os encontreis e expulsai-os de onde vos expulsaram, porque a perseguição é mais grave do que o homicídio. Não os combatais nas cercanias da Mesquita Sagrada, a menos que vos ataquem. Mas, se ali vos combaterem, matai-os. Tal será o castigo dos incrédulos.” Talmud diz a mesma coisa.

      Surata 2.193:
      “E combatei-os até terminar a iniquidade e prevalecer a religião de Deus (Alá). Porém, se desistirem, não haverá mais hostilidades, senão contra os iníquos.” Tentaram inúmeras vezes isso na Europa desde 700 e ainda tentam. Tentam novamente com ajuda talmúdica? E daí? Isso não os faz inocentes, pois a ajuda talmúdica converge com os preceitos contidos no Alcorão. Caso típico de sinergia.

      Pergunto novamente, vc é um “iníquo”?

      O trecho seguinte lhe parece talmúdico ou cristão?! “Os muçulmanos PODEM ENGANAR quem não é muçulmano se isso for proteger suas vidas ou o Islamismo. Também PODEM MENTIR em nome de Alá se isso favorecer o avanço e a expansão do Islamismo em uma sociedade ou nação não muçulmana. QUANDO os muçulmanos presentes em uma sociedade SÃO A MINORIA, eles costumam citar os versos do Alcorão que FALAM EM PAZ E HARMONIA, mas quando o número passa da metade da população local, é comum acontecer deles se tornarem mais agressivos e promoverem a incitação e mobilização islâmica através dos versos violentos.”
      https://natanrufino.com.br/audios/islamismo-audios/o-alcorao-manda-matar-os-outros/

      Sobre o que comentei de Martel, por favor, cole a frase final que também poderei responder “Ah tá, então tá tudo certo…” Ademais, não escrevi nada que requeresse essa “resposta”. O foco foi outro.

      Em nenhum momento defendi algum movimento “nacionalista talmudicamente subvertido”. Se brancos e muçulmanos são usados ou não pelos talmúdicos pra se digladiarem em nada muda que o Islã é uma ameaça aos costumes e povos europeus desde seu surgimento por volta de 600 d.C. em Meca. A História está repleta de comprovações, e você mesmo confirma isso sem perceber, porém insiste em concluir um resultado diferente. E apesar de judeus e muçulmanos matarem-se esporadicamente como Leers unicamente enfoca, isso não nega sua gênese comum. Espero que tenha deixado claro que são uma ameaça aos europeus com ou sem manipulação talmúdica.

      Por fim, não chamaria de “fantasma” 1.300 anos de invasões islâmicas comprovadas contra a Europa, África e Ásia; nem as centenas de suratas contra “infiéis” recitadas e praticadas; nem a islamização na Europa atual. Não chamaria de “fantasma” as fotos abaixo:
      https://www.google.com/search?biw=1152&bih=753&tbm=isch&sa=1&ei=jlGUXIDcAqbs5gK8y6yIDQ&q=musslin+london&oq=musslin+london&gs_l=img.3…208.411..1503…0.0..0.738.2636.5-3j1……0….1..gws-wiz-img.e2pOiBK9KhE …
      releia a Surata 2:193

      [*] É a última fonte que cito de comprovação da origem judaica do Islã. O Catolicismo tem pelos mais de 1.000 anos de estudos, testemunhos e documentos comprobatórios. Leers tem quantos?
      http://www.montfort.org.br/bra/cadernos/religiao/maome/#3

    • tuisto disse:

      No início, tanto judeus como muçulmanos oravam voltados pra Jerusalém, depois de desafetos violentos por sei lá que motivos (e isso não desmente a origem judaica do Islã [*] que é o tema em questão), Maomé mandou que os muçulmanos se virassem pra Meca. Mas circuncisão, não comer carne de porco e muitas outras regras judaicas da Torah permaneceram no Islã. Regras que o Cristianismo verdadeiro não tem, nunca teve.

      Von Leers endereça essas questões no texto que você obviamente não leu:

      “The Jews later sought to prove how much Islam had borrowed from Judaism. It is characteristic of Judaism’s vanity that it always sees itself as the origin of all new knowledge. In reality some external respects in which Islam and Judaism agree were borrowed not from Judaism but rather from ancient Oriental folk customs.

      The prohibition on pork corresponds to very ancient hygienic experiences in the Orient, because in that region’s climate this fatty meat is not easily digestible; in addition there is the danger of trichinosis. If the Qur’an occasionally refers to Jewish matters, the reason for this is not that Muhammad learned from Judaism, but rather that energetic Jewish missionary work had introduced many Jewish legends and ideas among the Arabs.

      …He believed in the victorious power of good in the world, he was firmly convinced that the religion of the one and only God, with its easy, practical, reasonable, basic laws for human life, was nothing other than the original religion. He wanted to take humankind out of the current turmoil and lead it toward the original, clear vision of God. But since he had to deal with people who had been influenced by both Christianity and Judaism, he said that it was the religion in which Abraham (Ibrahim) had already believed, and which Christ and Moses had proclaimed, only each time it had been distorted by human beings. He said that this had been revealed anew to him by God. He wanted to make the path easy to follow for both Christians and Jews; thus at first he allowed his followers to pray facing toward Jerusalem. He repeatedly emphasized that he only wanted to purify the existing religions, to establish the restored, newly revealed faith.”

      Apesar de terem sido os judeus que facilitaram a entrada moura na Ibéria (depois ambos expulsos pelos Reis Católicos)

      Certo, tão expulsos que os tais Reis Católicos tinham, respectivamente, como conselheiro de maior confiança o judeu Abraham Senior, como tesoureiro o judeu Isaac Abravanel, como Ministro das Finanças o judeu Luis de Santander. E antes que nos esqueçamos, o principal protagonista da tal expulsão era membro da família de judeus conversos Torquemada

      Pergunto novamente, vc é um “iníquo”?

      Que tal você me responder Cobalto? Apesar de ter sido batizado na Igreja Católica, nunca fiz a Primeira Comunhão, rejeito o Antigo Testamento e não creio que o tal Iahweh, ou Jeová, dos “eleitíssimos” seja o mesmo Deus ao qual Jesus se refere como o Pai. Me parece que minhas heresias me transformam em infiel aos olhos do católico Cobalto tanto quanto aos olhos do mundo muçulmano… Nada disso me importa, nutro simpatia tanto por expoentes e aspectos do Islã quanto do seu catolicismo, bem como rejeito outros aspectos de ambos…

      O trecho seguinte lhe parece talmúdico ou cristão?!

      Na realidade, talmúdico me parece sua citação, manjadíssima hasbara repetida infinitamente na internet pela máquina de agitprop anti-islâmica talmudista:

      ”There is a Muslim word for this: taqqiyah,” tweeted Ezra Levant, founder of the far-right website the Rebel. “It means deliberate deception of infidels, to promote an Islamic goal.”

      Levant was referencing a false interpretation of an obscure Islamic doctrine that has become a bedrock belief among anti-Muslim writers and activists, alt-right trolls, and even by current Trump cabinet member and former presidential candidate Ben Carson.

      Imraan Siddiqi, executive director of the Arizona chapter of the Council on American-Islamic Relations, said he constantly encounters false claims about taqiyya.

      “I mean, 99.99% of Muslims don’t even understand what taqiyya is, but every alt-right Twitter troll is an expert on Islamic theology now… [Cobalto é um deles]

      Mohammad Fadel, an expert on Islamic law at the University of Toronto, described taqiyya (and its many alternative spellings) as “a doctrine of prudential dissimulation” that arose from a time when Muslims were minorities in hostile societies. It instructed Muslims that hiding one’s faith could be permissible to escape persecution. It’s more closely associated with the Shiite branch of Islam, whose adherents are themselves often minorities within Muslim societies.

      “The Qur’an permitted Muslims in that situation, who were fleeing death or torture or other bad treatment, to dissemble about their true beliefs. And as long as they were faithful in their hearts, they would not be considered sinful,” Fadel told BuzzFeed News.

      But this idea has mushroomed, Fadel said, into a false claim that Muslims are permitted, or even commanded, to lie to non-Muslims as part of a larger project to take over Western countries and impose Sharia, or Islamic law. He said taqiyya does not allow for broad deceptions and has no connection to Sharia.https://www.buzzfeednews.com/article/ishmaeldaro/taqiyya-explained .

      Espero que tenha deixado claro que são uma ameaça aos europeus com ou sem manipulação talmúdica.

      Melhor esperar sentado, claro fica somente o acachapante alcance da propaganda talmudista e a total hipnose sob a qual consegue manter as pessoas…

    • Cobalto disse:

      Quando perguntei sobre vc ser infiel, foi no sentido islâmico. Não precisava ter escrito aquilo lá tudo.

      Diz que “nutre simpatia por ambos” e “rejeita aspectos de ambos”, ou seja, então vc é nada. E quer dar palpite em algo do qual não pertence.

      Islã e Judaísmo são irmãs. Fato. Possuem regras que o Cristianismo verdadeiro não tem, nunca teve. Fato. O próprio Alcorão recomenda consultar os judeus caso os muçulmanos não compreendam alguma surata. Fato, tá lá escrito.

      Os Reis Católicos ordenaram: ou se convertam ou saiam do reino. Fato. A maioria se mandou. Fato. E ingenuamente creram os reis católicos que os que ficaram tinham sido sinceros na sua conversão. Fato. Isso não significa que os Reis Católicos estavam em conluio com os referidos judeus. O que vc diz não muda nada.

      Então a “.. false interpretation of an obscure Islamic doctrine ” vem desde a gênese do Islã. Pois praticaram a “obscure doctrine” em todas as épocas e regiões que conquistaram. E depois, as citações não são minhas, são baseadas na observação de práticas, eventos e trechos do Corão. Se a “alt-right” trolla com isso, já é outra história e não muda o fato do Islã ser uma ameaça com ou sem manipulação talmúdica.

      Não sou, nunca disse ser perito em teologia islâmica. Afirmei que prefiro acreditar nos “mais de 1.000 anos de estudos, testemunhos e documentos comprobatórios da Igreja Católica”, de monarcas católicos, de textos da época que sobreviveram do que uns paraquedistas que costumam aparecer.

      Se a “taqiyya” tem ou não ligação com o Corão, isso deve ser dito aos pregadores do Islamismo, não as suas vítimas. E com ou sem conexão, implantam sim a Sharia, e a força. Fato. Maomé, autor do Corão, era um sujeito violento e ladrão. Fato. Querem alterar o significado de suas palavras depois de séculos de práticas condenáveis?!

      Se “99.99% of Muslims don’t even understand what taqiyya is” e “into a false claim that Muslims are permitted, or even commanded, to lie to non-Muslims”, alguém ensina isso a eles. E tenho certeza que não é o pessoal da “alt-right”, católicos ou Testemunhas de Jeová.

      Como mostrei nos vários links etc (e não precisa mais), o Islã era e é uma ameaça independente de ser ou não talmudicamente manipulado ou trollado. De modo inequívoco o vídeo do sr. Bill Warner demonstra que a ameaça islâmica não é um “fantasma”, muito menos criado pela “alt-right”. E apesar de tudo, ainda se insiste em concluir que não?! Os judeus lhe agradecem. Então, recomende e aceite-os às pencas na Europa e Brasil.

      E encerro, não é discutindo trocadilhos, mimos pessoais ou denegrindo, ignorando testemunhos, documentos e vítimas reais de hoje e ontem do Islã em várias épocas e lugares que mudará a realidade dos FATOS.

  17. CET disse:

    Com relação ao ocorrido na Nova Zelândia:

    ” 3 LEI DE NEWTON “

  18. Rex disse:

    Na tribuna livre desse mês, gostaria de discutir com os visitantes sobre dois temas:

    A Facada no Mito – Documentário investigativo expondo a farsa do atentado contra o atual presidente Jair Bolsonaro na cidade de Juiz de Fora no ano passado;

    O recente tiroteio numa escola em São Paulo. Uma possível campanha nacional/global de desarmamento?

    Gostaria de ouvir a opinião de todos vocês!

    Obg

    • Franco disse:

      Rex, antes de qualquer coisa, como ponto de partida, que tal o senhor nos dar a sua opinião sobre os dois assuntos citados, pode ser?

  19. Renato disse:

    O público recebe zero informações sobre a “República de Weimar”, o período na Alemanha pós-Primeira Guerra Mundial que levou ao surgimento dos Nacionais Socialistas em 1933.

    Isso é deliberado. O período contém muitos segredos para o mundo moderno.

    Este segmento irá expor esses segredos.

    https://twitter.com/USUprising/status/1108942198156877825

  20. Mykel Gomes disse:

    Atualização – março 2019

    Centenas de títulos apagados dentro de um dia – parte 1 – Por Germar Rudolf
    https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/03/centenas-de-titulos-apagados-dentro-de_39.html

  21. Mykel Gomes disse:

    Centenas de títulos apagados dentro de um dia – parte 2 – Por Germar Rudolf
    https://worldtraditionalfront.blogspot.com/2019/03/centenas-de-titulos-apagados-dentro-de_46.html

  22. Franco disse:

    Bom artigo do Judeu Gilad Atzmon.
    O problema não é Benjamin Satanyahu, é a sociedade israelense; ele é apenas um sintoma da doença.

    http://www.thetruthseeker.co.uk/?p=185773http://www.thetruthseeker.co.uk/?p=185773

    E o “nosso”presidente (ou seria do PSL?) está indo para Israhell no final deste mês fazer peregrinação; vai de frente ao muro colocar o coador de café na cabeça e posar para fotos.
    De bandeja é possível que reconheça as Colinas de Golã, território invadido da Síria, como israelense, que vergonha!!

    Nunca pensei que o Brasil Colônia se prestaria a esse papel.

  23. tuisto disse:

    – Congressista americana que desmascarou seus colegas vendidos ao lobby israelense, conforme comentamos na última Tribuna Livre (https://theintercept.com/2019/02/12/there-is-a-taboo-against-criticizing-aipac-and-ilhan-omar-just-destroyed-it/ ), debocha de manifestantes talmudistas: https://www.jpost.com/American-Politics/Ilhan-Omar-mocks-pro-Israel-protesters-in-speech-584518 .

    Quem imaginaria algum membro do congresso ocupado “americano” batendo de frente com o lobby do mal? Sentindo a ameaça aí Cobalto?

    – Enquanto isso, Jewnald Trump garante apoio a mais um passo na direção do projeto criminoso grande i$rahell: https://www.zerohedge.com/news/2019-03-21/trump-tweets-mideast-bombshell-us-must-back-israeli-sovereignty-over-golan-heights . E as razões para o caos na Síria vão ficando cada vez mais claras…

    – Peça rara na atualidade, um dos jornais de maior circulação na Espanha publica artigo honesto sobre a Divisão Azul: https://www.abc.es/historia/abci-ultima-batalla-division-azul-cuando-unos-andrajosos-espanoles-frenaron-38-batallones-stalin-201902100216_noticia.html . Vai ver o editor/comissário de conformidade ko$her estava dormindo…

  24. Rex disse:

    Wall Street e a ascensão do Nazismo e Comunismo por Antony C. Sutton

    https://www.youtube.com/watch?v=OOROzRhS53k

  25. rafael milani disse:

    Esse link é um exemplo da confusão que a mídia sionista faz com o nazismo para que ninguém tenha a capacidade de entender a verdade que se esconde por trás do domínio financeiro hebraico.

    https://opiniaolivre.com.br/nazismo-1964-e-os-batraquios-por-ianker-zimmer/